AÇÃO PARTICIPATIVA DOS ACADÊMICOS DE MEDICINA NA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA H1N1


No dia 31 de maio de 2017, o curso de Medicina promoveu a AÇÃO PARTICIPATIVA DOS ACADÊMICOS DE MEDICINA NA CAMPANHA DE VACINAÇÃO CONTRA H1N1.

A Influenza é uma infecção aguda do sistema respiratório que pode ser causada por três tipos de vírus: A, B e C. O vírus influenza C causa apenas infecções respiratórias leves, por isso não possui impacto na saúde pública e não está relacionado com epidemias. Os vírus influenza A e B são responsáveis por epidemias sazonais, sendo o vírus influenza A responsável pelas grandes pandemias. 

No Brasil, até abril de 2017, foram confirmados laboratorialmente 3384 casos de síndrome respiratória aguda grave (SRAG) notificados na vigilância universal, desses 15,2% (513) foram diagnosticados como Influenza, com predomínio do vírus Influenza A(H3N2). Entre as notificações dos óbitos por SRAG, 15,0% (83/554) foram confirmados para influenza, com prevalência do vírus Influenza A(H3N2) (MINISTÉRIO DA SAÚDE, 2017).

A atividade teve como objetivo fornecer informações a respeito da Influenza, esclarecer dúvidas e realizar a vacinação de pacientes que procuraram a Unidade Básica de Saúde da Família (UBSF) Brasília, no município de Araguari – MG.

Em um primeiro momento, os acadêmicos foram divididos em duplas, as quais realizaram apresentações orais acerca do tema H1N1, aferiram a pressão arterial e esclareceram as dúvidas dos sujeitos na sala de espera. 

Posteriormente, foi realizada a vacinação dos pacientes que procuraram a UBSF Brasília no período vespertino das 13:15 às 17:00.

Participaram da ação, aproximadamente, 100 pessoas, dentre discentes do curso de medicina, profissionais da área da saúde e indivíduos que compareceram à UBSF no período em que estava sendo realizada a ação.










Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...