CARDIOLOGISTA RENOMADO MINISTRA CURSO SOBRE PARADA CARDÍACA NA UNIPAC ARAGUARI

A Liga Acadêmica de Emergências Clínicas (LAEC) da UNIPAC Araguari realizou, no dia 23 de Abril, um curso sobre Parada Cardíaca, que contou com a presença do Drº Petterson Idelmino França, cardiologista e médico da Unidade de Suporte Avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) de Catalão.

De acordo com o Dr. Petterson França, o objetivo do encontro é capacitar os acadêmicos em relação às condutas e manobras necessárias para enfrentar as situações de emergência. “Esse curso é de suma importância, visto que é específico para uma emergência médica, que é a parada cardíaca. Todo médico pode se deparar com isso em algum momento, então precisamos treinar os alunos e deixá-los a par do que está acontecendo e das principais mudanças que ocorreram nas diretrizes atuais”.

O médico afirma que a iniciativa dos estudantes em promover o curso é excelente. “São nesses cursos extracurriculares que os estudantes aprendem mais e fixam o conteúdo. Gostaria que eles aproveitassem ao máximo esse momento. A Liga Acadêmica de Emergências Clínicas está de parabéns”, conclui.

A Faculdade Presidente Antônio Carlos de Araguari parabeniza os estudantes da Liga Acadêmica de Emergências Clínicas pela iniciativa.





Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

TROTE UNIVERSITÁRIO “DOE SANGUE, DOE VIDA” DO CURSO DE MEDICINA DA UNIPAC ARAGUARI MOBILIZA ESTUDANTES E COMUNIDADE ARAGUARINA

   O curso de Medicina da UNIPAC Araguari realizou, no dia 10 de Abril, o Trote Universitário “Doe Sangue, Doe Vida”, que foi aberto a todos os estudantes, colaboradores da instituição e comunidade araguarina. O hemocentro de Uberlândia distribuiu um total de 60 fichas para cadastro e coletou 55 bolsas de sangue.

 De acordo com Diana de Abreu Costa Braga, enfermeira supervisora do Hemocentro, a doação de sangue é importante e pode salvar muitas vidas, principalmente de pessoas que tenham anemia, doenças crônicas degenerativas, que façam quimioterapia ou que tenham sofrido algum acidente. “É muito importante as pessoas entenderem que se mais doadores forem fidelizados e doarem com frequência, os estoques estarão efetivos e nós conseguiremos ajudar toda a população dos 18 municípios atendidos pelo hemocentro de Uberlândia”, explica.

   O estudante Maicon Resende Cardoso, do 9º período do curso de Enfermagem comenta que a doação de sangue é um ato muito bonito. “Eu sou doador há algum tempo. A doação é bem tranquila e acredito que cada um deve fazer sua parte, pois a população precisa muito. A iniciativa da UNIPAC Araguari é bem legal. Estou doando aqui pela segunda vez e acho que a instituição deve trazer sempre o hemocentro para Araguari”.

   Segundo a aluna Amanda Vieira Arruda, diretora da comissão de saúde do Diretório Acadêmico Diogo Guimarães, o objetivo do Trote Solidário é estimular os estudantes a serem mais humanos, ajudando aqueles que precisam. “É véspera de feriado e sempre falta bolsas de sangue, por isso promovemos o trote nessa data. Estamos muito felizes porque os doadores atenderam o nosso pedido”. A estudante Agnes Aline Ferreira, do 1º período do curso de Medicina, participou da doação. “Eu gostei bastante da iniciativa, porque não temos acesso fácil ao hemocentro. Se não fosse a UNIPAC Araguari eu não estaria doando”, ressalta.

  Alexsandro Tomás, colaborador do supermercado MegaTejotão, descobriu o Trote Solidário através de uma colega de trabalho. “Eu sou doador de sangue há seis anos. Aqui em Araguari é muito difícil doar e não tem como ir para Uberlândia sempre, por isso essa iniciativa é muito legal. Eu acho que o município tinha que ter sempre esse tipo de ação. Para quem está doando pela primeira vez, que seja muito bem vindo, que continue fazendo isso sempre e que convide outras pessoas para abraçar essa causa. Nós não precisamos de sangue agora, mas um dia eu posso precisar ou um parente pode precisar”.


   A Faculdade Presidente Antônio Carlos de Araguari parabeniza a todos os estudantes, coordenadores e colaboradores envolvidos nesse projeto e agradece a todos aqueles que participaram do Trote Solidário “Doe Sangue, Doe Vida”. Esperamos vocês no segundo semestre.




















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Edital Seleção para Médicos da Família

A Secretaria Municipal de Saúde de Formiga-MG abriu processo seletivo para contratação de Médicos da Família.

Para maiores informações acesse o site da prefeitura http://www.formiga.mg.gov.br/
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

VESTIBULAR MEDICINA 2014/2


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

II Simpósio de Clínica Médica e Saúde Coletiva da LUCMSC

A Liga Universitária de Clínica Médica e Saúde Coletiva (LUCMSC) da UNIPAC Araguari realizou, no dia 07 de Abril, um simpósio em comemoração ao Dia Mundial da Saúde. Durante o evento foram abordados temas como obesidade infantil, diabetes mellitus, emergências na escassez de recursos e atualidades no tratamento do vírus HIV.

As palestras foram ministradas pelos professores Dra. Cláudia Dutra Constantin Faria, Dra. Samana Barbosa Vieira, Dr. Daniel de Melo Mendes e Dr. Alex Miranda Rodrigues, coordenador do curso de Medicina. De acordo com Franciele dos Santos Vieira, 7º período do curso de Medicina, o objetivo do evento é divulgar o trabalho da Liga. “Semestre passado nós fizemos alguns eventos voltados para a comunidade como passeio ciclístico e atendimento no campeonato de luta, onde aferimos pressão e fizemos questionários, mas nada envolvendo a Faculdade”. Além disso, o evento pretende abordar temáticas importantes para os alunos dos cursos da área de saúde. “Esperamos que os estudantes possam aproveitar, porque é um tema básico da Medicina que nós temos que saber. Pode ser um pouco maçante, mas é sempre bom aprender mais sobre clínica médica para poder estar atualizado”.

A Dra. Cláudia Constantin, especialista em pediatria, abordou a temática “Obesidade Infantil”. “Nós temos observado um aumento expressivo em termos de diagnóstico, então a prevalência está aumentando e isso reflete nos dados do mundo todo. A questão mais importante é o reconhecimento precoce e conduzir bem em termos de diagnóstico, para que atuemos na prevenção e essas crianças não sejam adultos obesos”, explica.

Segundo a professora, a iniciativa dos estudantes é muito interessante. “É um mecanismo de aprendizado, quando temos a oportunidade de interagir desde o primeiro ano até o ultimo ano. Acaba tendo uma troca de experiências, principalmente no momento em que temos oportunidade de responder as questões que forem levantadas. É uma oportunidade para conhecer o assunto e já trocar o conhecimento com os colegas, então acho que nesse sentido o evento é muito valido”, conclui.


















Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

I Simpósio da Liga Acadêmica de Humanização Plantão da Palhaçada - LAHPP

A Liga Acadêmica de Humanização Plantão da Palhaçada da UNIPAC Araguari realizou, no dia 04 de Abril, o primeiro Simpósio da LAHPP. As palestras foram ministradas pela Dra. Julianni Bernardelli Lacombe, Dra. Anna Beatriz Costa Neves do Amaral, Dr. Willian Gebrim Júnior e Elson Bueno das Chagas, fundador da ONG Prohumanos.

O evento teve início com a palestra do Dr. Willian Gebrim Júnior, Reumatologista, Clínico Geral e professor da UNIPAC Araguari, que discutiu o tema “O Sorriso para viver melhor”. De acordo com Bruna Spilborghs, presidente da LAHPP, o simpósio surgiu a partir da ideia de compartilhar a humanização com estudantes de todos os cursos. “Nós quisemos mostrar para o pessoal da Faculdade o trabalho que a Liga tem desenvolvido. As palestras são muito interessantes, porque não focam apenas na Medicina, mas sim no humanizar e dar amor. Nosso objetivo é atingir o público e despertar neles esse lado mágico”, explica.

Durante o evento os participantes puderam desfrutar de um coffee break, balas e algodão-doce. Além disso, foram sorteados diversos brindes. A Dra. Julianni Lacombe, pneumologista pediátrica e professora da UNIPAC Araguari, abordou a temática “Como a espiritualidade do médico influencia na condição clínica do paciente?”. “Essa palestra envolve basicamente como a condição clínica do paciente altera de acordo com a espiritualidade do médico e isso está inserido dentro de questões de humanização”, comenta.

Segundo a Dra. Anna Beatriz Costa Neves do Amaral, oncologista pediátrica do Hospital de Clínicas da Universidade Federal de Uberlândia, a iniciativa dos estudantes parte da preocupação com o indivíduo. “Geralmente os estudantes entram na faculdade e ficam preocupados com as disciplinas, diagnósticos, doenças e se afastam do individuo, então é preciso aprender a se relacionar melhor e conhecer o paciente. Eu acredito que os estudantes presentes aqui se destacam pelo fato de se interessarem por essa área, que é fundamental na medicina”. A médica discorreu sobre a temática “Conversas difíceis em Medicina”. “A ideia é fixar essa parte, mostrar sua importância e como executar isso. Mostrar quais as técnicas que podem ser usadas para falar com o paciente, de forma que isso se torne menos difícil para o médico, e mais confortável para quem está recebendo a notícia”.

O fundador da ONG Prohumanos, Eslon Bueno das Chagas, conhecido como palhaço Zilão, encerrou o encontro ministrando uma palestra sobre a “Humanização na ótica do Palhaço”. “Quanto mais modernas se tornam as coisas, menos nós vemos o envolvimento humano. Eu acho importante essa nova geração de médicos e até mesmo os que já estão na ativa, que apesar de toda a tecnologia, têm a disposição de intervir na vida do paciente com o toque, o olhar e a conexão de coração”, conclui.














Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...