"MÉDICO, SEU DIA!

Não vamos polemizar sobre o Sistema Único de Saúde, convênios, nada disso.
Não vamos reivindicar plano de cargos, nem mesmo melhores salários, neste instante não.
Não vamos tecer comentário sobre assistência a este ou aquele nicho populacional, não agora.
Não vamos falar de programas que fingem atender aos menos favorecidos economicamente nos pontos mais distantes, pois muitos já discursaram mostrando seu caráter politiqueiro.
Não vamos falar da verdadeira campanha difamatória que praticam e colocam a população em alerta constante sobre toda uma classe que sabidamente é a que mais préstimos conferem à sociedade.
Vamos falar daquele que é chamado na hora de angústia, observado durante uma interminável expectativa, endeusado quando proporciona alívio e criticado por causar a dor.
Esse ser que enxuga lágrima de tanta gente, que deixa um pouco da sua vida sofrendo com o próximo, tenha certeza disso, e ainda colhe como forma de pagamento sofrimento em sua integridade física e moral.
Esse ser que de quando em vez é taxado de mercenário, fazendeiro, político, empresário, ou sei lá o que, na mais pura demonstração de preconceito pelo que ele conseguiu através de anos de estudos e dedicação desde o tempo do jardim da infância, nos duros anos de aperfeiçoamento e em seu dia a dia de devoção.
Esse ser é o mesmo que nas madrugadas frias é chamado a atender, talvez apenas para escutar as angústias e tantas outras para aliviar um sofrimento intenso.
Esse mesmo ser não é respeitado se repousa ou se muito lhe dói a cabeça.
Esse ser nem os amigos se lembram, só quando dele necessitam.
Homenageio com respeito a todos que fazem a difícil arte de ter o ser humano como matéria prima no seu trabalho.


18 de outubro é dia do médico.
Parabéns verdadeiro doutor, não por ter título, mas por merecimento."


Texto extraído do livro Sempre Fomos Companheiros, escrito pelo Prof. Dr. William Gebrim Júnior.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...